Direito Global
blog

Um fato inusitado

Do presidente da Comissão Especial de Estudos sobre Honorários de Sucumbência na Justiça do Trabalho da OAB-RJ, Nicola Manna Piraíno sobre a atuação do ministro Ives Gandra à frente da presidência do TST: “Crescem, não só no TST, assim como em todas as entidades da advocacia trabalhista, as críticas à conduta do Ministro Ives Gandra Filho. Ele, sistematicamente, age e fala contra o judiciário trabalhista e suas decisões, quando deveria guardar respeito aos seus pares e a liturgia do cargo que ocupa, como Presidente do principal Órgão da Justiça do Trabalho. O ministro Ives conseguiu, com esta lamentável atitude, unir todo o TST contra ele. É um fato inusitado, na história da Corte.”

clica