Direito Global
blog

Primeiro mundo é diferente

O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Roberto Veloso, defensor da extinção do foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal para centenas de autoridades – entre as quais os membros do Congresso Nacional -, lançou mão de um fato novo para reforçar seu argumento: países do Primeiro Mundo, como Estados Unidos, Holanda, Suíça, Itália e Espanha, processam e julgam seus deputados e senadores por crimes comuns na Justiça de primeira instância.

“E nem por isso a liberdade e independência dos parlamentares desses países deixou de existir ou é menor que no Brasil”, assinala o presidente da Ajufe, entidade em que 93% dos magistrados associados votaram recentemente pela extinção do foro – inclusive para eles próprios.

clica