Direito Global
blog

São Cristóvao sem água

A histórica cidade sergipana de São Cristóvão- primeira capital de Sergipe e o quarto município mais antigo do país – tem sido retrato da omissão do poder público. Nesta semana, há mais de 15 dias sem água, os moradores do município fizeram uma manifestação contra a situação. De acordo com os habitantes, a suspensão, as falhas e as irregularidades no fornecimento de água estão cada vez mais frequentes e cada vez mais longas na quarta cidade mais antiga do Brasil.

Em reunião com representantes do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE, do município, membros da Comissão de Defesa do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe, questionaram os motivos pelos quais está havendo a interrupção e as falhas no abastecimento e quais as medidas que estão sendo tomadas para resolver os problemas.

De acordo com os representantes do SAAE, o sistema de abastecimento está extremamente defasado, sem modernização ou ampliação. Segundo o ex-diretor geral do SAAE, Carlos Tadeu, a partir de janeiro, o município contará com o apoio da Companhia de Desenvolvimento De Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe para a perfuração de poços para abastecer a cidade.

clica