Direito Global
blog

Nas mãos de Janot

Rodrigo Janot, procurador-geral da República, vai analisar se pede o afastamento do ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli das investigações relacionadas à Operação Custo Brasil, desdobramento da Lava Jato que apura desvios na concessão de empréstimos consignados a servidores.

Documentos sobre o caso foram enviados para o gabinete de Janot, que decidirá se vai requerer ao Supremo a suspeição do ministro. Não há prazo para que o procurador-geral tome uma decisão sobre o caso. Mensagens de celular e e-mails apreendidos pela Polícia Federal indicam que Toffoli tem relação de “amizade íntima” com o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas, um dos investigados, o que pode ferir “deveres de imparcialidade” na magistratura.

clica