Direito Global
blog

Morte de surfista

O ex-policial militar Luis Paulo Motta Brentano foi condenado a 22 anos de prisão pelo assassinato do surfista Ricardo dos Santos, conhecido como Ricardinho, após uma discussão, em janeiro do ano passado, na frente da casa do rapaz, na praia Guarda do Embaú, em Palhoça, na Grande Florianópolis.

A sentença foi dada pela juíza Carolina Ranzolin Nerbass Fretta, na noite desta sexta (16), após dois dias de julgamento. Em até cinco dias, Bretano será levado da prisão do Batalhão da PM, em Joinville, onde está há quase dois anos, para uma penitenciária comum.

clica