Direito Global
blog

Corregedora de Catanduvas

A juíza federal substituta Gabriela Hardt, que substituirá o colega Sérgio Moro na 13 Vara Federal de Curitiba até 20 de janeiro, exerce cumulativamente, desde junho do ano passado, a função de corregedora do presídio federal de segurança máxima em Catanduvas, na região oeste do Paraná. O preso mais conhecido de Catanduvas é o traficante Fernandinho Beira Mar.

Fernandinho Beira-Mar começou no crime ainda menino. Aos 20 anos, trabalhava para traficantes como “vapor” na Favela Beira-Mar, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, onde nasceu. Mais tarde, passou a controlar a favela e, em pouco tempo, se transformou num dos maiores vendedores de drogas no atacado do Brasil

A notoriedade do bandido, já então considerado o inimigo público número 1 da polícia do estado do Rio de Janeiro, aumentou quando investigações da CPI do Narcotráfico confirmaram sua importância para o esquema de venda de drogas no país alcançando a cifra de R$ 16,5 milhões entre os anos de 1995 e 1998.

Beira-Mar ainda é acusado de envolvimento com Revolucionárias da Colômbia (Farc), aos quais venderia armas em troca de cocaína, e de ter negociado com os mesmos fornecedores da Al-Qaeda, organização de Bin Laden – o terrorista mais procurado do mundo. O traficante teria negociado, de dentro da penitenciária Bangu I, a compra de um míssil Stinger, capaz de derrubar aviões e helicópteros.

clica