Direito Global
blog

Maconha medicinal

A informação é do site BuzzFeed News: Eleitores em três Estados dos EUA votaram a favor do uso medicinal da maconha nas últimas eleições no país. Com isso, hoje a maioria dos americanos vive em Estados onde a erva foi legalizada de alguma forma. No entanto, apesar da aceitação popular crescente da maconha para uso medicinal, um grupo permanece particularmente cético: os médicos.

Em todos os três Estados americanos onde o uso medicinal da maconha foi aprovado — Dakota do Norte, Flórida e Arkansas — os conselhos estaduais de medicina se opuseram às propostas. “Não existe nada de medicinal nessa proposta”, disse o presidente da Associação Médica da Flórida, Tim Stapleton, em uma declaração, citando “a falta de evidência científica de que a maconha seja útil no tratamento de condições médicas”.

Em sua oposição às iniciativas em prol do uso medicinal da maconha, os grupos médicos geralmente evitam debates mais amplos sobre os benefícios da legalização das drogas. Em vez disso, concentram-se em uma discussão mais específica: que a maconha pode ser considerada um remédio em vez de uma droga recreativa. É preciso haver mais pesquisa, eles argumentam.

clica