Direito Global
blog

Novo presídio

A governadora de Roraima, Suely Campos, autorizou a realização de um concurso público com 300 vagas para agentes penitenciários e a construção de mais um presídio com recursos próprios do Estado. “Essa é uma resposta efetiva do governo a essa crise no sistema carcerário. Não vamos apenas esperar apoio do governo federal mas estamos implementando ações efetiva dentro da estrutura do Estado” disse a governadora.

O concurso deve ocorrer de forma imediata e o novo presídio, com 380 vagas e vai ajudar a desafogar o sistema carcerário em Boa Vista. Além desse presídio, Roraima também vai ganhar uma penitenciária federal pois o Ministério da Justiça liberou R$ 46 milhões para Roraima. Deste total, R$ 31 milhões serão destinados para a construção da unidade que deve estar concluía em oito meses.

O novo presídio será construído em um terreno atrás da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, na zona Rural da cidade, e terá capacidade para 393 vagas. A unidade deverá abrigar detentos que cumprem pena em regime fechado. O sistema prisional do Estado de Roraima tem hoje um déficit de 942 vagas.

Segundo informações da própria Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima (Sejuc), a penitenciária agrícola contava com uma população carcerária de 1475 pessoas antes da tragédia, o dobro da capacidade recomendada, já que o local foi construído para abrigar 700 pessoas.

Por ser uma construção antiga, de 1989, a prisão, permite que os internos derrubem as paredes com facilidade, bastando molhar a estrutura para conseguir abrir buracos entre as alas, pois não existe malha de aço ou placa de concreto nas celas e todas as paredes são feitas com tijolos de barro.

clica