Direito Global
blog

Decorador condenado

O decorador Chrisanto Lopes Galvão Netto foi condenado a pagar indenização por danos morais e materiais a cinco casais que iriam casa e contrataram seus serviços. Ele não cumpriu o contrato. A juíza da 25ª Vara Cível de Brasília pediu a restituição dos valores pagos além de multa contratual. Netto é acusado de dar o calote em pelo menos 70 casais entre 2015 e 2016.

As vítimas pagaram valores entre R$ 23 mil e R$ 25 mil. O decorador fechou as portas da empresa e avisou aos noivos que não teria condição de cumprir os contratos. Dias depois deixou o país com destino a Paris, na França.

clica