Direito Global
blog

Delação de Cabral

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, preso desde novembro do ano passado em Bangu, está preparando sua delação premiada. Segundo informações, Cabral negocia prestar depoimento em breve. Seus advogados estariam em negociações adiantadas. A prisão de Eike Batista teria precipitado a decisão de Cabral, já que o ex-governador teme que o empresário também feche acordo de delação. O fato de ele e sua mulher, Adriana Ancelmo, estarem presos também tem pesado na decisão. A ideia seria abreviar o tempo na prisão com as informações prestadas em uma delação.

Na terça-feira (14), o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro denunciou Cabral à 7ª Vara Federal por 184 crimes de lavagem de dinheiro, no âmbito da Operação Eficiência, realizada no escopo das investigações da Força-Tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro. O ex-governador pode ainda ser condenado a penas que somam 50 anos de prisão, por crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e associação criminosa, apontados em inquéritos.

clica