Direito Global
blog

Cobrança de bagagem

A 22ª Vara Cível Federal, em São Paulo, concedeu nesta segunda-feira, 13, liminar contra a norma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que autoriza as companhias aéreas a cobrar taxas extras pelo despacho de bagagens. As novas regras entrariam em vigor amanhã, 14. “Intime-se com urgência a ANAC para fiel cumprimento da decisão”, determinou a Justiça.

A decisão atende pedido do Ministério Público Federal (MPF) contra a resolução 400, de 13 de dezembro de 2016 que vale para voos domésticos e internacionais. Atualmente os passageiros têm o direito de despachar itens com até 23 kg em voos nacionais e dois volumes de 32 kg cada em viagens internacionais sem pagar taxas extras. Na cabine, os consumidores podem levar bagagens que não ultrapassem 5 kg.

clica