Direito Global
blog

Até em Saboeiro

Os empresários Antônio Antonerges Xavier Almeida, Antônio Francisco Fernandes da Costa, Francimar Júnior Martins e Pedro Francisco de Sousa Targino, e o pregoeiro da Comissão de Licitações do município cearense de Saboeiro, José Alves de Alencar, foram presos preventivamente durante a Operação Avalanche, deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), em conjunto com a Polícia Civil, para cumprir seis mandados de prisão preventiva e 25 mandados de busca e apreensão. Uriel de Alencar Rocha Santos Martins, que é filho do prefeito de Saboeiro, José Gotardo dos Santos Martins, encontra-se foragido.

Eles são investigados pelos crimes de fraude de licitações, associação criminosa, falsidade de documento particular, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa e exclusão de dados no sistema informatizado. Deferidos pelo juiz da Comarca de Saboeiro, Ramon Aranha da Cruz, os mandados foram cumpridos na Prefeitura de Saboeiro, em escritórios de contabilidade no município de Tauá e em residências localizadas nas cidades de Fortaleza e Quixadá em desfavor de vereadores, empresários, da secretária de Finanças de Saboeiro e de outros servidores municipais.

O promotor de Justiça respondendo pela Comarca de Saboeiro, Herbet Gonçalves Santos, estima que o prejuízo ao erário pode alcançar o patamar de R$ 5.441.960,80, decorrente de esquemas relacionados com o abastecimento de veículos da prefeitura de Saboeiro e com a contratação de escritórios de contabilidade.

clica