Direito Global
blog

Foro privilegiado

Os ministros do Supremo Tribunal Federal retomam na próxima quinta-feira (23) o julgamento sobre fim do foro privilegiado. Se o voto do relator, ministro Luis Roberto Barroso, for seguido pela maioria, o foro seria mantido somente em casos de crimes cometidos no exercício do mandato ou em razão do cargo. Se o foro privilegiado não existisse, 95% das ações penais no STF iriam para as instâncias inferiores

clica