Direito Global
blog

Ministro e torcedor

O ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), hoje aposentado, ministro Carlos Alberto Reis de Paula, 73 anos, torcedor apaixonado do América Mineiro, estará hoje (25) no estádio Independência, em Belo Horizonte, torcendo para o seu clube de coração ganhar o título de campeão brasileiro da série “B”. O jogo é contra o CRB. Mineiro de São Leopoldo, Carlos Alberto foi o primeiro ministro negro a integrar um tribunal em Brasília.

Carlos Alberto formou-se em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais, em 1970, e licenciou-se em Filosofia pela Faculdade de Divinópolis. Mestre (1984) e Doutor (2000) pela Faculdade de Direito da UFMG, foi professor de Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho da mesma universidade e, desde 1999, é professor adjunto da Universidade de Brasília.

Iniciou a carreira no serviço público como professor do Colégio Estadual de Pedro Leopoldo. Em 1972, foi aprovado em concurso público para técnico de controle externo do Tribunal de Contas da União. Obteve segundo lugar nas provas escritas para Procurador da República e no concurso para Juiz do Trabalho Substituto da 3ª Região (Minas Gerais). Presidiu Juntas de Conciliação e Julgamento e chegou, por merecimento, ao Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais.

Foi empossado ministro do TST em 25 de junho de 1998, foi presidente da Terceira e Oitava Turmas do TST e diretor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat) no biênio 2007-2009N.Foi também representante do TST no Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

clica