Direito Global
Sem a toga

Recordar é viver

No dia 13 de outubro de 1968 – portanto, há quase 50 anos – eu estava com 13 anos e, como fazia todos os domingos à tarde , ía ao saudoso estádio do Maracana assistir aos jogos do Fluminense. Normalmente, a torcida do Fluminense ficava localizada à esquerda das cabines de rádio mas quando o jogo era contra o Flamengo a torcida sentava à direita da mesmas cabines. Neste dia, Wilton Cezar Xavier, o Wilton, camisa 7 do Fluminense – marcou um gol de mão no Fla-Flu no velho Maracanã. Gol parecido foi feito anos depois por Maradona no jogo da Seleção da Argentina contra a Inglaterra.

Na época, o Fluminense era chamado pelos adversários de Rei do Tapetão. A partida era válida pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa e ele utilizou a mão para driblar o goleiro do rival Flamengo, Marco Aurélio, e marcar o gol da vitória. O árbitro da partida era Armando Marques e o bandeirinha que estava em cima do lance e não assinalou a irregularidade era Antonio Viug. O treinador do Fluminense era Evaristo de Macedo, ex-craque da Seleção Brasileira, Flamengo, Barcelona e Real Madri e que hoje, aos 84 anos, reside em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro.

Nascido em Belo Horizonte, Wilton atuou por dez anos nas Laranjeiras e durante vários partidas ficou no banco (e vice-versa) para Moacir Fernandes, o popular e saudoso Cafuringa. Wilton morreu aos 62 anos, no dia 13 de dezembro de 2009 vítima de falência múltipla de órgãos. Ele morava em Volta Redonda, no interior do Rio de Janeiro.-RJ. Pai de quatro filhos e vários netos, Wilton começou a carreira no Fluminense em 1965.

Depois, jogou nos seguintes times: São Paulo, Santa Cruz, Coritiba, Vitória, Blizard Toronto (Canadá), Náutico, Leônico-BA e Galícia-BA. No São Paulo, Wilton jogou durante o ano de 1972, tendo atuado em 20 partidas, normalmente no segundo-tempo, substituindo o meia Paulo. Encerrou a carreira em 1983, aos 36 anos.

Ficha Técnica: Fluminense 1 x 0 Flamengo.
Campeonato Brasileiro de 1968.
Data: 13/10/1968.
Local: Maracanã (Rio de Janeiro).
Público: 43.772 presentes (29.558 pagantes).
Renda: NCr$ 72.992,25.
Fluminense: Félix; Nélio, Galhardo, Assis e Altair; Cláudio Garcia e Suingue; Wilton, Aguinaldo (Salvador), Samarone (Lula) e Serginho. Técnico: Evaristo de Macedo.
Flamengo: Marco Aurélio; Murilo, Onça, Guilherme e Tinho; Carlinhos (Cardosinho) e Liminha; Gilbert (Neviton), Fio, Silva e Arilson. Técnico: Walter Miraglia.
Árbitro: Armando Marques.
Gol: Wilton, aos 13′ do primeiro tempo.

clica