Direito Global
blog

Visita cancelada

Após quase 4h de reunião com autoridades na manhã de hoje (8), a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, desistiu de visitar o presídio onde ocorreram rebeliões, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. A assessoria do CNJ informou ao G1, por telefone, que o compromisso foi cancelado por “questões de segurança”. Em um dos motins, nove presos morreram e 14 se feriram.

clica