Direito Global
blog

Professor mata aluno

Teve desfecho o processo que apurava o caso do menino que teria sido estuprado e morto por um professor. O processo apurou também outras denúncias de estupros e crimes praticados pelo réu contra outras vítimas. Em sentença proferida na tarde de hoje, o juiz Marcelo Ivo de Oliveira, da 7ª Vara Criminal de Campo Grande (MS), decidiu condenar o réu. As penas somadas ultrapassam 66 anos de reclusão.

D. de A.L. foi condenado à pena total de 64 anos, 11 meses e 6 dias de reclusão, 1 ano e 3 meses de detenção, 15 dias de prisão simples e o pagamento de 32 dias-multa em regime fechado pelos crimes de estupro de vulnerável com resultado morte, por vilipêndio de cadáver e ocultação de cadáver, além de outros dois estupros de vulnerável, exploração sexual de adolescentes, armazenamento de material de cunho pornográfico envolvendo adolescente e importunação ofensiva.

O desaperecimento do menino ocorreu há cerca de um ano e as investigações apontavam para o professor. Na fase judicial, o depoimento de duas vítimas de exploração sexual apontaram que o professor era o autor do crime. O corpo do menino nunca foi encontrado.

clica