Direito Global
blog

Se fosse no Brasil …

Pela décima vez, o homem que matou John Lennon há quase 38 anos não conseguiu se libertar de uma sentença de prisão que pode mantê-lo atrás das grades pelo resto da vida, disseram autoridades prisionais de Nova York.

Um conselho estadual negou liberdade condicional a Mark David Chapman, de 63 anos, depois de uma audiência, e disse que ele terá que esperar mais dois anos por nova consideração do caso, informou o Departamento de Correções e Supervisão Comunitária de Nova York.

clica