Direito Global
blog

Teletrabalho, o futuro

A Comissão de Gestão do Teletrabalho se reuniu pela primeira vez para analisar e oferecer parecer sobre as indicações de servidores para execução de seus serviços em regime de Teletrabalho. Foram examinados cinco processos que continham a indicação de cerca de 15 servidores, opinando a Comissão favoravelmente ao pedido. Os respectivos processos seguirão para exame e deferimento ou não do pedido, pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Joás de Brito Pereira Filho.

“Trata-se de mais uma medida em direção à modernização e celeridade da prestação jurisdicional, favorecendo, de um lado, os servidores, que terão oportunidade de desenvolver o seu labor no conforto de sua residência, no horário que melhor lhe convier, desde que alcance a meta fixada pelo gestor, e, de outro lado, o usuário dos serviços da Justiça, que terá uma resposta a seu pleito com maior brevidade”, ressaltou o vice-presidente do Tribunal e presidente da Comissão, desembargador João Benedito da Silva, que conduziu a reunião.

A juíza auxiliar da Vice-Presidência, Anna Carla Falcão Cunha Lima Alves, informou que a Comissão de Gestão do Teletrabalho opinou pelo deferimento deste regime em favor de servidores que atuam no 1º e 2º Cartórios Unificados de Família da Capital, Vara de Feitos Especiais da Comarca da Capital, 2ª Vara Mista da Comarca de Bayeux e 5ª Vara Mista da Comarca de Cabedelo.

clica