Direito Global
blog

Momento sombrio

O ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), ministrou uma aula magna no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Para ele, “apesar da fotografia sombria do momento atual”, o “filme” dos últimos 30 no Brasil é positivo.

Sob o tema “Constitucionalismo democrático – a ideologia vitoriosa do século XX”, Barroso fez defesa da Constituição de 1988, que completou 30 anos em 2018, para alunos da pós-graduação da Fundação Escola Superior. Ele afirmou também ser radicalmente contra a convocação de assembleia constituinte para modificar a Carta Magna brasileira, especialmente no momento de polarização política no país, mas que o discurso sobre a possibilidade de constituinte perdeu força e já não é mais preciso combatê-lo como há alguns meses.

Pouco antes das eleições, o então candidato a vice-presidente da República, Hamilton Mourão, defendeu uma constituinte com “notáveis” sob a justificativa de que a Constituição de 1988 deu início à crise política que o Brasil vive.

“Poucos países conseguiram tirar tantas pessoas da pobreza extrema como nós conseguimos nos últimos 30 anos. E apesar da fotografia sombria desse momento histórico dos 30 anos da democracia brasileira, o filme da democracia brasileira é um filme bom. A fotografia é devastadora, mas o filme é bom e foi essa a Constituição que nos ajudou a fazer a transição bem-sucedida”, disse.

clica