Direito Global
blog

Férias de 60 dias

Do jornalista Sergio Garschagen: “Tramita no Senado proposta de emenda à Constituição que reduz as férias dos magistrados e dos membros do Ministério Público de 60 para 30 dias, igualando-as às de diversas profissões dos setores público e privado.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, é contra a redução para os membros do MP. Para ele, a carga de trabalho dos procuradores é “desumana”. Inacreditável! O Aras deveria passear nos corredores dos hospitais e analisar a carga de trabalho dos médicos e enfermeiras, dar aulas em escolas públicas e analisar a razão pela qual os brasileiros vendem parte das férias para receber uns trocados extras, antes de falar besteira”.

clica