Direito Global
blog

Carmen, a primeira juíza de Brasília

A mineira de Belo Horizonte Maria Carmen Henriques Ribeiro de Oliveira, hoje com 81 anos e residindo em Brasília desde 1962, foi a primeira juíza de direito aprovada em concurso público do Distrito Federal. Casada com o ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eduardo Ribeiro, Maria Carmen cursou Direito na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) onde recebeu na época de estudante o prêmio Rio Branco por ser a primeira aluna da universidade.

Maria Carmen e Eduardo Ribeiro se conheceram ainda jovens na capital mineira. Seguiram para Brasília, cidade recém-inaugurada por Juscelino Kubistchek de Oliveira, para dar aula na Universidade de Brasília (UnB). Carmen fez na época concurso para taquígrafa da Câmara dos Deputados e passou em primeiro lugar. Depois, fez concurso para juiz de direito na nova capital do país e passou em quarto lugar. Eduardo Ribeiro passou em primeiro lugar.

Carmen e Eduardo Ribeiro são pais do advogado e ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marcelo Henriques Ribeiro de Oliveira. Nascido em Brasília no dia 1 de maio de 1963, Marcelo Ribeiro formou-se em Direito em 1985, na Universidade de Brasília. Advogado com atuação predominante nos tribunais superiores e Supremo Tribunal Federal, foi conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil desde 1991 até 2010.

No Conselho Federal da OAB, presidiu a Comissão Nacional de Estudos Constitucionais, a Comissão de Defesa da Concorrência, a Comissão de Estudo da Legislação Processual Civil, bem como foi membro titular de outras comissões. Participou de várias bancas de concursos públicos, entre elas as de Juiz Federal e Procurador da República.

Nomeado pelo ex-presidente Lula para o TSE, Marcelo Ribeiro destacou-se na advocacia eleitoral na defesa de Fernando Henrique Cardoso, então candidato à Presidência da República em 1994, e na de Aécio Neves, que concorreu ao mesmo cargo em 2014

clica