Direito Global
blog

Uma mulher comanda AMB

Desde o início de dezembro a Associação do Magistrados Brasileiros (AMB) tem na sua presidência uma mulher. Eleita com quase 80% dos votos, Renata Gil Alcantara Videira é juíza há 21 anos no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Renata tornou-se a primeira mulher a presidir a AMB. Na verdade, ela foi a primeira mulher a concorrer à presidência da entidade em toda a sua história.

Nascida em 14 de julho de 1971, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, foi em Niterói onde passou a infância. Formada em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) tem especialização em Segurança Pública pela Universidade Federal Fluminense (NUCLEF-UFF) no primeiro semestre de 2007. Renata Gil é filha de professora e um delegado.

Renata Gil foi presidente da Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (Amaerj) e vice-presidente da AMB nos triênios 2011-2013 e 2017-2019. Titular da 40º Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro desde 2008, ela atuou em diferentes municípios no interior do Estado do Rio de Janeiro.

A sua posse no auditório do STJ foi das mais prestigiadas: Ministros Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, corregedor nacional de Justiça, Francisco Camelo, do Superior Tribunal Militar (STM). Compareceram, ainda, os ministros do STF, Ricardo Lewandowski, Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes ; do STJ, os ministros Luís Felipe Salomão, Antonio Saldanha , Marco Aurélio Belizze, Ribeiro Dantas, Raul Araujo e Paulo de Tarso Sansaverino.

clica