Direito Global
blog

Crime contra a humanidade

Do ex-presidente da OAB da Bahia (OAB-BA) e professor de direito Constitucional, Saul Quadros: ” O político e incompetente do diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, de 55 anos deve responder por crime contra a humanidade no Tribunal internacional da Haia. E, pelo mesmo crime, a China deverá ressarcir todos os outros países que perderam milhares de cidadãos mortos em razão do Covid-19″.

Ele foi eleito diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017. Apesar de não ser médico, Tedros é internacionalmente conhecido como pesquisador e diplomata em saúde, além de ser experiente em operações de respostas emergenciais a epidemias. Aliás, é o primeiro diretor-geral da OMS que não é formado em medicina – e sim, biologia.

Nascido em 3 de março de 1965 na cidade de Asmara, na Eritreia – que até 1993 era parte da Etiópia -, Adhanom tem doutorado em Saúde Comunitária pela Universidade de Nottingham e um mestrado em Imunologia de Doenças Infecciosas pela Universidade de Londres, ambas no Reino Unido.

clica