Direito Global
blog

Crise sanitária

“A crise sanitária alertou que as liberdades fundamentais estão em risco, pois vemos autoridades reagirem à pandemia com preocupação apenas com os seus objetivos políticos e desprezando a democracia”.

Esta é a opinião do representante institucional adjunto do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) no Distrito Federal, Joelson Costa Dias, manifestada hoje (10), ao fazer palestra sobre ‘Impactos da Covid-19 no estado democrático de direito’, durante o 1º Encontro Jurídico dos Representantes Estaduais do IAB. Transmitido pelo canal TVIAB no YouTube, o terceiro painel do encontro, iniciado na quarta-feira (8/7), foi dedicado ao tema ‘STF, direitos humanos e proteção às mulheres: desafios para a sociedade durante e após a Covid-19’.

Na sua crítica a atos políticos contrários à liberdade, Joelson Costa Dias citou o fornecimento de dados ao IBGE pelas operadoras de telefonia celular, para fins de monitoramento das pessoas em via pública e controle de aglomerações. “Medidas emergenciais não podem restringir a liberdade e nem outros direitos humanos de uma população que já vive em situação precária”, defendeu o advogado, que provocou: “Como evitar, pelas eleições, aqueles que sem nenhum pudor querem acabar com a democracia?”.

clica