Direito Global
blog

40 anos de cadeia para estuprador

A Justiça condenou a mais de 40 anos de prisão o acusado de estuprar e matar a universitária Mariana Bazza em Bariri (SP). O crime aconteceu em setembro do ano passado, quando a jovem tinha 19 anos.

Mariana foi morta após receber ajuda do acusado, Rodrigo Pereira Alves, de 37 anos, para trocar o pneu do carro. Rodrigo foi condenado por latrocínio, estupro e ocultação de cadáver nesta terça-feira (25), exatos 11 meses após o corpo da jovem ter sido encontrado em um canavial, no dia 25 de setembro de 2019.

Rodrigo foi condenado a 40 anos, 10 meses e 18 dias de prisão, inicialmente em regime fechado. Ele foi ouvido pela primeira vez na Justiça em 11 de agosto deste ano, na segunda audiência do julgamento.

clica