Direito Global
blog

Viaduto protege fauna

O texto é da jornalista Cristina Serra: O Brasil acaba de ganhar uma obra inovadora para a conservação da biodiversidade. Foi construído na rodovia BR-101, na altura de Silva Jardim, interior do Rio de Janeiro, o primeiro viaduto vegetado para passagem de fauna. A obra foi uma exigência do processo de licenciamento ambiental ao qual a empresa concessionária (Arteris Fluminense) teve que se submeter para fazer a duplicação da estrada, como manda a legislação.

A duplicação criou o que os biólogos chamam de “efeito-barreira”. Fica muito mais difícil para os bichos conseguirem atravessar a estrada. E por que eles precisam fazer essa travessia? Porque a Mata Atlântica que restou no interior fluminense é fragmentada em pequenas “ilhas” de floresta dos dois lados da estrada. Os animais precisam se movimentar entre as “ilhas”, buscando alimento e parceiros para reprodução.

Um destes animais é o mico-leão-dourado, animal exclusivo das matas do interior do Rio. Nos anos 1970, este belo primata quase foi completamente extinto. O primatólogo Adelmar Coimbra (1924-2016) estimou, na época, que existiam apenas cerca de 200 micos-leões-dourados na natureza. Os estudos de Coimbra foram o ponto de partida para um esforço mundial de conservação que perdura até hoje.

clica