Direito Global
blog

O aniversário de JK

Amanhã (12.10), se fosse vivo, o ex-presidente da República Juscelino Kubistchek de Oliveira iria completar 118 anos. Nascido em Diamantina, em Minas Gerais, um dos maiores feitos de JK, que governou o país entre 1956 e 1961, foi a inauguração de Brasília, em 1960. Durante seu mandato JK também realizou um vasto programa de desenvolvimento econômico. Com o slogan “50 anos em cinco”, ele estabeleceu um Plano de Metas, com 31 objetivos, com prioridade para energia, transporte, alimentação, indústria de base e educação.

Para comemorar a data, o Senado fará uma live comemorativa, hoje (11), daquele que é considerado como o melhor presidente da História do Brasil. A cerimônia está marcada para às 11h e será transmitida pelo canal do Senado no Youtube. Na ocasião, também acontecerá o lançamento do segundo volume da obra “Memórias do Brasil”, reunindo discursos de Juscelino Kubitschek do ano de 1957.

A presidente do Memorial JK, Anna Christina Kubitschek Pereira, e o vice-presidente do Memorial, Paulo Octávio, estarão presentes para homenagear o fundador da capital Federal. A cerimônia, solicitada pelo Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), presidente do Conselho Editorial do Senado, também prevê uma homenagem da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, com a performance gravada para os 60 anos de Brasília.

Em 22 de agosto de 1976, Juscelino Kubitschek viajava de São Paulo para o Rio de Janeiro no banco de trás de seu Opala, quando sofreu um acidente fatal. O carro, que o ex-presidente chamava de Platão, era conduzido por Geraldo Ribeiro, motorista particular de JK por 30 anos, que também não resistiu aos ferimentos decorrentes da tragédia e morreu. Segundo a perícia, o automóvel seguia pela rodovia Presidente Dutra, na altura do quilômetro 165, próximo a cidade de Resende, quando foi atingido por um ônibus.

Desgovernado, o veículo cruzou o canteiro de segurança em alta velocidade e se chocou contra uma carreta na contramão, antes de ser arrastado por 30 metros. O local do acidente ficou conhecido como “Curva do JK”.

clica