Direito Global
blog

Prefeitura quer destruir o Leblon

A prefeitura do Rio de Janeiro pretende mudar a Lei de autoria do Vereador Carlo Caiado, Lei Complementar nº 162/2016 e vender terreno do 23º Batalhão no Leblon. De acordo com a Lei, o local só pode ser ocupado por equipamento de uso público. Os moradores da região irão à justiça caso a prefeitura não mude de opinião sobre a destinação do local.
Segundo os moradores, é preciso pensar o quanto a área ficará adensada, além do que existem inúmeras questões de impactos que precisam ser observadas.

Para sensibilizar a prefeitura do Rio de Janeiro os moradores do Leblon estão distribuindo um abaixo-assinado, uma iniciativa da sociedade contra o projeto elaborado pela Secretaria Municipal de Urbanismo que prevê a construção de 15 prédios, com um total de 800 apartamentos. A obra, irá, consequentemente, provocar o adensamento direto na região do Leblon e Gávea e, por via de consequência, de toda a Zona Sul , além de prejudicar o trânsito para São Conrado e Barra.

clica