Direito Global
blog

“Kyara brilha, luz radiante …”

“Kyara brilha, luz radiante, anjo aqui na terra/ És uma criança que tem esperança, muito amor pra dar/ Tem nos olhos a doçura e coragem pra lutar/ És tão pequenina, uma linda menina, encanta onde está/ Sonha, busca, acredita/ Há um futuro a contemplar/ Tudo que espera em linda primavera/ Sua vida aflorar.” Os versos da canção Brilha, Kyara, brilha foram a maneira que a família Matta, do Paraná, arranjou para homenagear a brasiliense Kyara Lis, de um ano e um mês diagnosticada desde os 10 meses de idade com Atrofia Muscular Espinhal (AME).

“Enfrentamos agora uma corrida contra o tempo porque ela perde neurônios motores todos os dias. O ZolgenSma é uma terapia gênica, única, e atua diretamente no gene SMN1 ausente na criança com AME. Somente esse remédio poderá impedir o avanço da doença”, afirma Kayra Rocha, mãe de Kyara.

A campanha solidária em prol de ajudar a importar o medicamento de R$ 12 milhões ganha vez e é sinônimo de esperança. Cristiane da Matta ficou sabendo da ação solidária por meio de uma amiga moradora de Brasília e, imediatamente, a paranaense contribuiu financeiramente com a causa e passou a acompanhar a jornada pelas redes sociais.

“Sou mãe e a minha segunda gravidez foi muito complicada. Conversando em família pensamos como um ser indefeso não pode ter o direito de viver com o mínimo de saúde. É dever do governo cuidar dela”, lamenta Cristiane em entrevista ao Correio Braziliense.

Com vontade de fazer mais, ela, o esposo, os dois filhos e a nora escreveram e produziram a música Brilha, Kyara, brilha. A canção é inspirada no nome da brasiliense que significa brilho e luz. “Fala da criança e do futuro, além de pensarmos em um arranjo que lembra canções infantis, como Brilha, brilha estrelinha, Borboletinha e outras”, diz a paranaense.

A canção chegou aos ouvidos de Kayra no fim de semana último, enquanto a família se preparava para mais uma carreata. “Foi um momento de grande emoção. Essa família querida, do Paraná, que nem nos conhece pessoalmente, transmitiu muito amor e sensibilidade”, relata a mãe da pequena.

A Escola de Música de Brasília (EMB) também decidiu usar melodias para dar visibilidade à bebê de 1 ano. Os professores de canto Alysson Takaki, Maria de Barros e Dani Baggio criaram pelas redes sociais o desafio #MusicosJuntosPelaKyara, a fim de sensibilizar as pessoas por meio da música.

Pelo Instagram, os músicos explicam a situação de Kyara e dedicam canções a ela. Na sequência, os usuários desafiam mais quatro amigos músicos a fazerem o mesmo em até 48 horas. Além do engajamento em Brasília, a ação conta com o apoio de profissionais de outras cidades.

clica