Direito Global
blog

PF encontra nota fiscal suspeita

Durante as investigações da Operação SOS, a Polícia Federal encontrou uma nota fiscal em nome de Daniela Barbalho, esposa de Hélder Barbalho, no celular do ex-chefe da Casa Civil do Pará, Parsifal de Jesus Pontes, hoje secretário de Desenvolvimento Econômico. Era uma nota referente a compra de roupas no valor de R$ 9,2 mil o que, segundo os investigadores, demonstra a proximidade de Parsifal com o governador.

Nesta terça-feira a Polícia Federal A Polícia Federal cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão por desvios na área da saúde do governo do Pará, inclusive no gabinete do governador Helder Barbalho (MDB). Os secretários de Desenvolvimento Econômico do Pará, Parsifal de Jesus Pontes, e de Transportes, Pádua Andrade, foram presos, assim como um assessor especial do governador.

Na decisão que autorizou a deflagração da Operação SOS, o ministro Francisco Falcão, do STJ, disse que foi encontrada uma “máquina de contar cédulas” na casa de Parsifal de Jesus Pontes. Segundo o ministro, “a posse de tal equipamento é forte indicativo do manuseio de valores em espécie, que constituem meio frequente de pagamento de propina”.

Parsifal Pontes é formado em direito e engenharia mecânica, já foi professor em Chicago (EUA), prefeito de Tucuruí, Secretário Geral da Associação Brasileira de Prefeitos, Presidente da Associação dos Municípios do Araguaia e Tocantins – AMAT, Presidente da Federação das Associações de Municípios do Pará (FAMEP), Presidente da União dos Municípios Energéticos do Brasil, Presidente do Consórcio dos Municípios Paraenses Alagados pelo Rio Tocantins.

Foi,ainda, membro efetivo do Conselho Fiscal da Confederação Nacional dos Municípios, Presidente do Consórcio dos Municípios Paraenses Alagados pelo Rio Tocantins, Coordenador Regional da FUNASA no Estado do Pará, Defensor Público do Estado do Pará, Deputado Estadual e Presidente da Companhia Docas do Pará (CDP).

clica