Direito Global
blog

Toron e o caso Mariana Ferrer

Do renomado advogado paulista, Alberto Zacharias Toron sobre o julgamento, em Florianópolis (SC), do caso da influenciadora digital Mariana Ferrer:
– Vejo uma perigosa distorção nesse caso, uma espécie de visão unidirecional em prol daquela que se apresenta como vítima de estupro e, nesse caso, o único resultado admissível, seria a condenação. O juiz, em criteriosa sentença, de mais de 50 páginas, absolveu o acusado por falta de provas! A vítima se dizia em situação de vulnerabilidade, mas, segundo a sentença, prova técnica a desmentia. Enfim, se o advogado exagerou na audiência, isso não pode desmerecer o exame da prova de forma imparcial. Temo uma onda opressiva que leve juízes, sempre e sempre, a condenar com o temor de serem enxovalhados publicamente ou mesmo processados disciplinarmente. Se a decisão do juiz estiver errada, que o Tribunal de Justiça de Santa Catarina a modifique. O escrutínio público de um caso como este tende a ser punitivista.

clica