Direito Global
blog

Fachin lamenta perda de assessor

O ministro Luiz Edson Fachin,  do STF e vice-presidente do TSE, coordenador na Justiça Eleitoral do Grupo de Trabalho (GT) sobre a Sistematização das Normas Eleitorais (SNE) fase II, vem manifestar profundo pesar pelo falecimento do professor doutor Diogo Santana que integrava o GT SNE.
O professor Diogo, nascido na pobreza, liderou, inspirou e concretizou  o que se pode chamar justiça nesse mundo. Diogo Santana traduziu nos afazeres levados a efeito no GT SNE que era mesmo um lutador. Homem negro, de origens humildes. Cresceu num bairro da zona sul de São Paulo, e conseguiu, apesar das adversidades, ingressar na Faculdade de Direito da USP.
Foi Líder Estudantil e sempre esteve comprometido com a luta pelos direitos sociais e pela igualdade. Após se formar foi trabalhar no governo com políticas públicas. Foi Assessor da Presidência da República e Secretário Executivo da Secretaria Geral da Presidência da República. Foi o responsável  pelo Marco Legal das Organizações Sociais, envolvido em sua trajetória com as cooperativas de catadores.
Fez doutorado na USP, orientado pelo ex-Ministro Eros Grau, sobre Regulação do Saneamento Básico. Concluiu o mestrado em administração pública em Harvard, na Kennedy School of Government, e voltou ao Brasil para seguir lutando por um país mais justo.Entre os diversos projetos em que o professor trabalhava com este afã, estava o Grupo de Trabalhos para a Sistematização das Normas Eleitorais, GT SNE Fase 2, coordenado no TSE pelo Ministro Luiz Edson Fachin.
O Professor Doutor Diogo Santana fazia parte do Grupo Revisor dos estudos afetos à participação política das mulheres, pessoas negras, pessoas com deficiência, indígenas e pessoas privadas de liberdade. Não temos palavras suficientes. Lamentar muito é pouco. Sua morte precoce é uma grande perda para sua família, amigos, como também para o Brasil. Aos familiares e amigos, nossas condolências.  As. Gabinete do Ministro Edson Fachin
clica