Direito Global
blog

Papagaio condenado no Sul

O réu Claudio Adriano Ribeiro, conhecido como Papagaio, foi condenado a mais de 30 anos de reclusão em regime fechado. A decisão é da Juíza da 2ª Vara Criminal de Bento Gonçalves (RS), Vanessa Lilian da Luz.

Em fevereiro de 2018, no município de Bento Gonçalves ocorreu um roubo a um carro forte. A participação de Papagaio no crime foi apurada, e ele respondeu por mais de fatos, entre eles receptação e roubo de veículo, disparo contra policiais, resistência, cárcere privado e roubo ao carro forte da empresa de segurança Brinks.

O processo envolvia outros réus, mas durante a tramitação foi determinada a cisão do feito em relação ao réu Cláudio Adriano Ribeiro, que se encontrava foragido. Meses depois, Papagaio foi preso no Estado do Paraná, envolvido em outro assalto do gênero.

Ao analisar a culpabilidade, personalidade, conduta social do réu Claudio Adriano Ribeiro e seus antecedentes criminais, bem como a motivação desprezível do crime, gerando consequências e grandes riscos no plano de ataque ao carro forte, a magistrada o condenou a pena final em 30 anos, 07 meses e 23 dias de reclusão.

clica