Direito Global
blog

Pai presente

Os vínculos familiares são, na maioria, os mais profundos e duradouros na vida de um ser humano – com sua ausência ou perda sendo de difícil reparação. A importância e intensidade do vínculo é ainda mais significante quando é entre os pais e seus filhos, inclusive devido às repercussões na rotina burocrática e documental.

Na última sexta-feira (21), graças ao Tribunal de Justiça do Amapá, mais uma família saiu feliz com um vínculo oficialmente constituído entre o Técnico de Informática Paulo César, de 36 anos, e seu pai, o Policial Militar Aposentado Rosângelo Duarte.

Como presente de aniversário, Paulo realizou seu sonho de colocar o nome de seu pai e de seus avós paternos na Certidão de Nascimento. “Procurei o Programa Pai Presente para finalmente preencher essa lacuna do nome do meu pai em meu registro, apesar de já mantermos uma boa relação já há muito tempo”, explicou.

“Hoje é o dia da concretização de um sonho, carregando seu nome por onde eu for e sou muito grato ao Tribunal de Justiça, e espero divulgar essa iniciativa para ajudar outras pessoas a terem acesso ao mesmo serviço”, concluiu o filho agradecido, que a partir de agora se chamará Paulo César de Souza Duarte.

Rosângelo Duarte garantiu que a lacuna também era sentida da parte dele. “Vim aqui reconhecer meu filho primogênito, Paulo César, depois de 36 anos, com todo a disposição para trazer e expressar meu afeto, meu amor e meu carinho, que nunca deixei de ter”, registrou. “Já devia isso a ele e agradeço muito à Justiça do Amapá e espero que todos na mesma situação venham fazer o que estou fazendo, cumprindo o papel de pai de verdade”, complementou.

clica