Direito Global
blog

Pastor abusa de fiéis

Justiça recebe denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) contra pastor que teria abusado sexualmente de fiéis em Criciúma e converte prisão temporária em preventiva. As investigações apontaram que, no decorrer do ano de 2018 até março de 2020, o denunciado teria atentado contra a liberdade sexual de cinco vítimas, em pelo menos 20 oportunidades, tendo inclusive filmado alguns dos abusos. A Promotoria de Justiça investiga se há outras vítimas.

A denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) contra um pastor evangélico de Criciúma por uma série de supostos crimes sexuais contra fiéis foi recebida pela Justiça. Com isso, o acusado, que também teve a prisão provisória convertida em prisão preventiva, torna-se réu em ação penal.

De acordo com a denúncia apresentada pela 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Criciúma, o pastor aproveitava-se da condição de vulnerabilidade psicológica e física das vítimas, dizendo incorporar ou estabelecer contato com entidades em rituais particulares denominados de “montes com o anjo”.

Para isso, mudava o olhar, o tom de voz, a forma de caminhar, de modo a fazer com que as ofendidas acreditassem estar em contato com a citada espiritual e recebessem bençãos e curas por meio de atos sexuais.

As investigações apontaram que, no decorrer do ano de 2018 até março de 2020, o denunciado no intuito de satisfazer sua lascívia, teria atentado contra a liberdade sexual de cinco vítimas, em pelo menos 20 oportunidades, tendo inclusive filmado alguns dos abusos.

clica