Direito Global
blog

Mulheres são maioria na advocacia

De acordo com o Quadro da Advocacia, atualizado diariamente pela OAB Nacional, existem hoje 623.681 advogadas mulheres atuantes no país contra 615.697 advogados homens. Hoje, 15 de dezembro, é celebrado em todo o Brasil o Dia da Advogada.

Em mais de 90 anos de história, a OAB sempre foi predominantemente composta por advogados homens. Em maio de 2021, o cenário mudou radicalmente: com uma diferença mínima de 188 cadastros, elas passaram à frente – e se mantêm nessa posição até hoje, com uma margem cada vez maior.

Nas eleições deste ano para o comando das seccionais da OAB, muitas vitórias inéditas. Depois da aprovação da paridade de gênero pelo Conselho Federal da OAB em dezembro de 2020, diversos estados elegeram mulheres para os cargos de presidência. Na OAB-SP — a maior seccional do país — Patricia Vanzolini foi eleita e comandará a entidade no próximo triênio.

Na Bahia, Daniela Borges e sua vice, Christianne Gurgel, receberam 50.83% dos votos. Já em Santa Catarina, a presidência será comandada pela advogada Claudia Prudêncio, que conquistou 47,51% dos votos válidos.

Porcentagem ainda maior foi a de Marilena Winter, futura presidente da OAB-PR, que recebeu 59,68% dos votos. E no Mato Grosso, Gisela Cardoso será a segunda mulher a assumir o comando da entidade. Maria Helena Póvoas foi a primeira, entre 1993 e 1997, e hoje é a atual presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

clica