Direito Global
blog

Juaba, uma vila no rio Tocantins

Por Raimundo Pacco – Juaba !!! 122 ANOS – A vila de Juaba surgiu depois da abolição da escravatura. Aos poucos essa vila ribeirinha passou a ser o centro de encontro dos moradores da região, trata-se de uma vila simples de extrema riqueza cultural. Um dos filhos mais ilustre de Juaba, mestre Zenóbio, 74 anos, se dedica há 46 anos à arte de produzir fantasias de animais. Essas fantasias tomam proporções de manifesto ecológico. O cordão da bicharada, tema do ensaio em homenagem aos 122 anos da vila de Juaba.

Juaba é uma vila localizada no município de Cametá, estado do Pará. Sua população estimada em 2017 era de 13.100 habitantes. Possui uma área de 1 081,367 quilômetros quadrados. A palavra Juaba se originou em decorrência da grande presença na região de um planta chamada juá. Na região é comum que a grande presença de uma planta seja chamada pelo nome desta acompanhada pelo sufixo “al”. Assim, nos primórdios, a região era conhecida como Juabal, mas com o decorrer do tempo e de interferências linguística próprias da região cametaense, acabou sendo grafada, apenas como, Juaba.

O município de Cametá é o mais antigo e tradicional dos baixos rios do Tocantins, pela sua importância histórica empresta seu nome à antiga microrregião de Cametá. Com uma história interessante, Cametá passou à categoria de Patrimônio Histórico Nacional pela lei no 7537, de 16 de setembro de 1986 pela sua notável tradição histórica. A cidade de Cametá é considerada uma das municipalidades mais antigas do Estado do Pará. Sendo instituída em 1620, pelo Frade Capuchinho Cristóvão José, à margem esquerda do rio Tocantins, onde habitavam os índios Camutás, que moravam em casas nos topos das árvores, a cidade cametaense também recebe uma definição em Tupi como “degrau do mato”.

Atualmente, Cametá possui 10 distritos, a saber: Distrito-sede, Juanacoeli, Curuçambaba, Carapajó, Moiraba, Vila do Carmo do Tocantins, Areião, Juaba, Torres de Cupijó e Porto Grande.

A dificuldade da população em receber auxílios públicos básicos e essenciais como, boa educação, melhores estradas que dão acesso a essas localidades, saúde, lazer é o maior problema enfrentado pelos distritos que fazem parte do município de Cametá, principalmente os que se encontram mais distantes da cede municipal, como é o caso do distrito de Juaba. Com a ausência de uma subprefeitura a dificuldade aumenta ainda mais pois somente uma prefeitura precisa administrar problemas e necessidades de 10 distritos que cada dia crescem mais. Na Vila do Juaba não possuem hospitais, somente um posto de saúde, o que é um problema sério, já que até mesmo o acesso a essa localidade é precário até mesmo para que ambulâncias possam fazer o transporte de pacientes para o hospital regional do município na cede, hospital esse que atende à demanda do município inteiro havendo uma sobrecarga de pacientes e demora de atendimento devido a quantidade de pacientes que chegam das localidades.

clica