Direito Global
blog

Ayres Britto completa 80 anos em novembro

No final deste ano o ex-presidente do STF e do TSE, o ministro aposentado Carlos Augusto Ayres de Freitas Britto, conhecido como Carlos Ayres Britto, sergipano de Propriá, completa 80 anos em 18 de novembro (uma sexta-feira). A famílía, em especial o sobrinho Cezar Britto, ex-presidente nacional da OAB, também nascido em Propriá, está preparando uma grande festa na capital sergipana para homenagear o jurista. Henri Clay Andrade, também sergipano mas de Lagarto, casado com uma sobrinha de Ayres Britto e irmã de Cezar Britto, Rosa Britto, pretende ir à festa na condição de senador eleito da República, uma vez que submeterá seu nome às urnas nas eleições de outubro próximo.

No dia do aniversário, Ayres Britto – torcedor do Vasco da Gama – completará uma década que pendurou a toga em virtude da vigência constitucional na época da regra dos 70 anos para permanência no serviço ativo. Atualmente, a regra estabelece o limite de 75 anos após a aprovação da chamada PEC da Bengala. Britto, nomeado pelo então presidente Lulas na vaga do ministro Ilmar Galvão, baiano de Jaguaquara, foi substituído pelo ministro Luis Roberto Barroso, fluminense de Vassouras.

Ayres Britto, além de magistrado e advogado, é professor, escritor, e poeta brasileiro. Foi ministro do STF de 2003 a 2012, tendo sido presidente daquela corte e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2012. Foi, também, professor da Universidade Federal de Sergipe e nos cursos de mestrado e doutorado do Centro Universitário de Brasília (UNICEUB) e presidente do Centro Brasileiro de Estudos Constitucionais dessa instituição. É autor de diversas obras jurídicas e de poesia. Conferencista requisitado, é membro da Academia Brasileira de Letras Jurídicas e da Academia Sergipana de Letras.

clica