Direito Global
blog

Dia do Milho e do Café

O Dia Nacional do Café é celebrado em 24 de maio no Brasil. Esta data homenageia uma das mais deliciosas paixões nacionais: o café! O Dia Nacional do Café é comemorado entre os brasileiros desde 2005, quando foi incluído no Calendário de Eventos do Brasil por iniciativa da Associação Brasileira da Indústria de Café – ABIC. Amanhã (24) também é comemorado o Dia Internacional do Milho. Consumido pelos povos indígenas bem antes da chegada dos portugueses ao Brasil, o alimento movimenta a economia com sua exportação e, como ingrediente, é versátil e é um produto que está presente desde culinárias mais simples como canjica, pipoca até bolos, tortas, purês. O que muitos não sabem, é que dentre os benefícios do milho, um deles é ajudar a regular o intestino e a prevenir a prisão de ventre pois é um alimento rico em fibras…

Na nossa história, o Dia do Café relembra o início das grandes plantações cafeeiras no país, responsáveis por representar um importante período histórico para o desenvolvimento da economia e sociedade brasileira. Atualmente, mais de 1,8 milhão de hectares no país são dedicados ao cultivo do grão. De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Café – ABIC aproximadamente 9 em cada 10 brasileiros com mais de 15 anos consomem café. Seja ele carioca, cappuchino, expresso ou americano… O café é sem dúvidas um “queridinho” no país. O Brasil é o maior produtor e exportador de café no mundo e o estado de Minas Gerais concentra a maior parte da produção cafeeira no território.

Consumido pelos povos indígenas bem antes da chegada dos portugueses ao Brasil, o milho movimenta a economia com sua exportação e, como ingrediente, é versátil e está presente em muitas culturas regionais do Brasil – mas é, ainda, elemento culinário largamente utilizado por todos os países da América do Sul. Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), no entanto, no Brasil, apenas 5% do total do milho produzido é destinado ao consumo interno – pode ser encontrado na forma de mingau, creme, bolo, pipoca e, até mesmo, nas opções mais simples, como as saladas.

Rico em fibras, o alimento possui proteínas, tais como vitaminas A e B, ferro, potássio, fósforo, cálcio e celulose. Além de ser, também, uma boa fonte de carboidratos, ou seja, de energia. “É importante o milho ser incluído na alimentação, assim, o indivíduo vai tomar porte de um carboidrato importante, inclusive, se consumido de maneira correta na rotina, o milho só terá benefícios a proporcionar”, explicam especialistas.

clica