Direito Global
blog

Evaristo de Macedo, craque de verdade e agora bisavô

Prestes a completar 89 anos – nasceu no Rio de Janeiro em 22 de junho de 1933 – o ex-craque da Seleção Brasileira, Flamengo, Real Madri e Barcelona e Madureira (onde começou a carreira) – Evaristo de Macedo ganhou hoje (28.05) mais um título de campeão em sua vida: nasceu seu bisneto Gabriel na maternidade Santa Lúcia, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Evaristo já tuitou: “Muito obrigado, equipe do Hospital Maternidade Santa Lúcia, Botafogo/RJ. Linda homenagem a meu filho Luizinho, ao meu neto e a meu bisneto, Gabriel, recém nascido”.

Com muito boa saúde, Evaristo de Macedo mora em Ipanema e frequentemente é visto – e lembrado pelos torcedores – caminhando lentamente pelas ruas do bairro, principalmente na rua Garcia D”Avila onde reside. Evaristo é, até hoje, o único jogador a fazer uma “Manita” (ou seja, a marcar 5 gols numa mesma partida) com a camisa da Seleção Brasileira. Isso ocorreu em 1957, no Campeonato Sul-Americano daquele ano, quando o Brasil goleou a Colômbia por 9 a 0.

Poucos sabem mas Evaristo tinha um sonho na juventude: ser advogado. Estudou até o quarto ano de Direito mas foi obrigado, em 1957, quando foi jogar no Barcelona, a trancar a matrícula. Dez anos depois, quando retornou ao Brasil, tentou concluir o curso de Direito mas foi impedido. Segundo ele, durante o período em que morou na Espanha foi obrigado a trancar por duas vezes o curso. Mas,isso não garantiu que pudesse retomar os estudos. O regime da época havia feito várias mudanças e ele acabou sendo obrigado a optar por outra faculdade. Evaristo fez então o curso de Educação Física e se transformou em um grande treinador de futebol.

Poucos sabem dessa história. O saudoso Aristoteles Atheniense, ex-vice-presidente do Conselho Federal da OAB e ex-presidente da OAB de Minas Gerais, e o craque Evaristo de Macedo estudaram na mesma escola – Instituto Metodista Granbery – em Juiz de Fora (MG) quando eram crianças entre 10 e 12 anos. Quem me contou essa fantástica história foi o filho do Aristoteles, o advogado Alexandre Atheniense, um dos maiores especialistas em informática jurídica do país.

—-
Mensagem que recebi do jornalista Mário Nelson Duarte, rubro-negro doente e um dos mais maiores repórteres de rádio que conheci ao longo dos meus 46 anos de vida jornalística: “O bisavô e patriarca Evaristo de Macedo foi um dos caras mais importantes que o futebol brasileiro já teve, nas últimas sete décadas. Sonho com o dia em que poderei dizer isso a ele, pessoalmente. Vai ser uma emoção, no mínimo, igual à que senti ao transmitir a estréia de Mané Garrincha no Flamengo, no velho e saudoso Pelezão, em Brasília.”

Mensagem que recebi do ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o gaúcho e torcedor ferrenho do Internacional, ministro aposentado Paulo Costa Leite: “Deve ser muito legal ser bisavô.A minha neta mais velha,Rafaela, casará no final deste ano. Estou me aproximando da alegria que o Evaristo acaba de experimentar”.

Mensagem que recebi do ex-goleiro Renato, da Seleção Brasileira, Flamengo, Atlético Mineiro, Fluminense e Bahia, e hoje vivendo em Uberlândia, no triângulo mineiro: “Parabéns para o meu grande amigo Evaristo de Macedo. Em setembro próximo será a minha vez. Minha bisneta Rebeca está vindo por aí. Deus abençoe a todos”.

clica