Direito Global
blog

Dia Internacional da Bike

Durante o período em que foi juiz da Corte Internacional da Haia, nos Países Baixos, o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), Francisco Rezek ia de casa para o trabalho no Palácio do Paz de bicicleta.

O Dia Mundial da Bicicleta é comemorado todo dia 3 de junho. Foi aprovado em 12 de abril de 2018 como um dia oficial de conscientização sobre os vários benefícios sociais de usar a bicicleta para transporte e lazer das Nações Unidas. Após o anúncio, o secretário geral da Federação Europeia de Ciclistas, Bernhard Ensink, declarou, “andar de bicicleta é uma fonte de benefícios social, econômico e ambiental – e isso é aproximar as pessoas. Esta declaração da ONU é um reconhecimento da contribuição de ciclismo para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

Pedalar é uma atividade que, além de contribuir para a mobilidade urbana sustentável, oferece inúmeros benefícios ao corpo humano. Pensando nisso, para incentivar a utilização das bikes nas rotinas de diversas pessoas, 3 de junho foi declarado o Dia Mundial da Bicicleta. Afinal, pedalar é uma ótima maneira de contribuir com a natureza, o orçamento e a saúde, já que as bikes são consideradas um transporte ecologicamente correto, limpo, sustentável, simples, confiável e acessível.

A bicicleta foi criada por um barão alemão chamado Karl Von Drais, em 1817, com o intuito de facilitar o dia a dia da população, que passava por um período muito difícil. O ano de 1816, também chamado de “ano sem verão”, foi uma época de muita pobreza para diversos países da Europa. Isso porque a neve cobria toda a plantação e o acúmulo das cinzas do vulcão Monte Tambora, que entrou em erupção no ano anterior, na Indonésia, mudou todo o clima.

Com isso, o preço dos alimentos subiu e a fome se alastrou por diversas cidades. As condições eram tão ruins que até os cavalos utilizados para transportar comida morreram. Por isso, muitos acreditam que esse cenário foi o que levou ao surgimento da bicicleta. Contudo, a primeira bicicleta, desenvolvida por Karl Von Drais, não é nem um pouco parecida com aquela que conhecemos hoje. A roda da bike virava, mas os pedais ainda não existiam. Por isso, para andar nela, era preciso impulsioná-la com os pés no chão.

Desde que foi desenvolvida, a bicicleta traz diversos benefícios para a sociedade, já que é um meio de transporte sustentável e acessível para diversas pessoas. Isso a torna uma excelente aliada da mobilidade urbana. Afinal, é muito fácil escolher as bikes para se deslocar pelas cidades e evitar ficar preso por horas no trânsito. Com as bicicletas, você pode pedalar para todos os lugares, seja o mercado, seja o trabalho, encontros ou outros compromissos, com muita praticidade. Além disso, as bicicletas ajudam a diminuir o congestionamento e os ruídos sonoros causados pelo excesso de veículos motorizados nas ruas. Por isso, elas são muito importantes para o dia a dia das cidades.

Em 2018, o dia 3 de junho foi aprovado como o Dia Mundial da Bicicleta pela Organização das Nações Unidas (ONU). O Dia da Bike foi um consenso entre 193 países, que determinaram que a bike é um meio de transporte com diversas características excelentes: simples, acessível, sustentável e limpa, ela contribui para a economia, o corpo humano e a mobilidade urbana. Além disso, o Dia Mundial da Bicicleta foi aprovado por participar de dois dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU: “tornar as cidades e assentamentos seguros inclusivos, resilientes e sustentáveis” e “fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável”.

clica