Direito Global
blog

Barra do Pirai não pode desmontar Boeing 727-200

A pedido do Ministério Público, a juíza Anna Carolinne Licasalio da Costa proibiu que a prefeitura de Barra do Piraí, na Região do Médio Paraíba (RJ), gaste um centavo sequer dos cerca de R$ 900 mil previstos para desmontar, transportar para a cidade e montar um avião Boeing 727-200 na praça principal do distrito de Ipiabas. A prefeitura “ganhou” a aeronave, que está sem uso no pátio do Aeroporto do Galeão.

A juíza lembra que, além dos gastos com a instalação do avião já serem elevados, a prefeitura não apresentou um estudo sobre os custos de manutenção, de organização para a visitação da traquitana e do esquema de segurança necessário para que ela se torne uma atração.

clica