Direito Global
blog

Silvio Amorim e os 160 anos do IAHGP

O ex-presidente do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano (IAHGP), advogado Silvio Tavares de Amorim (OAB-PE 07906) irá participar no próximo sábado (02.07 das festividades dos 160 anos de existência do instituto, no auditório da Academia Pernambucana de Letras. Na oportunidade, serão lembrados os 198 anos da Confederação do Equador, em Sessão Magna, com posse de dez novos associados, entrega de medalhas e apresentação musical. O evento é aberto ao público e contará com a apresentação da Suíte 1817, do maestro Múcio Callou, inspirada na Revolução Pernambucana.

O orador será o associado efetivo e 2º secretário do Instituto, George Cabral de Souza, que já presidiu o IAHGP em duas ocasiões (2009-2011 e 2017-2019). “A proposta da comemoração é destacar a força histórico-cultural do Estado. Escolhemos a data de 2 de julho para relembrar o passado heroico pernambucano, rememorando o movimento republicano e constitucionalista que ocorreu em nosso estado, em 1824. A Confederação do Equador está inserida no processo de lutas e conflitos políticos e sociais que culminaram com a independência do Brasil”, destaca o orador.

A cerimônia irá contar também com entrega de medalha Frei Caneca ao governador Paulo Câmara em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à preservação da história de Pernambuco. Já a Medalha Conde da Boa Vista será concedida ao falecido associado Limério Moreira da Rocha (in memoriam), pesquisador com relevantes publicações sobre a história de Pernambuco e do Ceará, seu estado natal, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao IAHGP. O designer Pedro de Albuquerque Xavier, autor do estudo que subsidiou o Projeto de Lei que fixou normas técnicas para a reprodução da bandeira de Pernambuco, receberá a Medalha Confederação do Equador.

“O Arqueológico é uma fonte inesgotável de história e cultura. O momento é de celebrar e agradecer a todos que fazem e fizeram parte desses mais de um centenário e meio de intensa pesquisa, cuidado, conservação e formação de um valioso acervo. É hora também de convidar todos os pernambucanos para nos visitar e realizar um mergulho em seu próprio passado”, explica a presidente do IAHPG e ex-presidente do Tribunal Regional Federal da 5.ª Região, Margarida Cantarelli. Ela assumiu a presidência do instituto no último dia 14 de junho em substituição a Silvio Amorim. Atualmente, aos 78 anos, ela ocupa também a cadeira 9 da Academia Pernambucana de Letras.

clica