Direito Global
blog

90 anos da Revolução Constitucionalista contra Getúlio Vargas

No próximo sábado, dia 9, é comemorada no estado de São Paulo a Revolução Constitucionalista, movimento organizado pelo Partido Republicano Paulista (PRP), apoiada pelo Partido Democrático (PD) contra o presidente Getúlio Vargas. Em 9 de julho de 1932, tropas paulistas iniciaram uma luta armada liderada pelo general Isidoro Dias Lopes. Os revolucionários organizaram uma intensa campanha publicitária pedindo apoio da população para que o conflito obtivesse sucesso. Os jovens foram convocados para lutarem nos campos de batalha, e os industriais suspenderam suas produções e iniciaram a fabricação de armamentos para o confronto.

A Revolução Constitucionalista ocorreu em 1932 e contou com apoio dos estados de Mato Grosso e Rio Grande do Sul, ambos incomodados com o autoritarismo de Getúlio Vargas. Os governantes de São Paulo sentiam que não conseguiam escolher seus representantes, o que acabou motivando uma mobilização. O dia 9 de julho tornou-se feriado em 1997 após o Projeto de Lei nº 710/1995 do deputado estadual Guilherme Gianetti, ser aprovado pela Assembleia Legislativa. Alguns historiadores dizem que a data é para resgatar um certo orgulho paulista para a população. O feriado de 9 de julho é comemorado apenas no estado de São Paulo. Por lei, é considerado feriado e não ponto facultativo.

clica