Direito Global
blog

Justiça de Portugal investiga influencers brasileiros

A Justiça portuguesa está investigando um grupo de pelo menos 22 influencers brasileiros suspeitos de darem golpes e estimularem a imigração ilegal para o país. Por meio de redes sociais, eles oferecem facilidades, cobram valores próximos de 3 mil euros (R$ 18 mil) para preparar as documentações necessárias, mas não entregam nada. Quando as vítimas chegam a Portugal, ficam entregues à própria sorte. A informação é do jornalista Vicente Nunes, correspondente em Lisboa do jornal Correio Braziliense.

As investigações estão sendo conduzidas pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), como mostrou o jornal Expresso, sob a liderança da Procuradoria-Geral da República, que representa o titular de todos os inquéritos em curso. Ao Correio, o SEF informou, por meio de nota, que “todas as situações que são de seu conhecimento, em que, independentemente do meio (incluindo as redes sociais), preenchem o crime em causa, são analisadas e participadas, designadamente o de auxílio à imigração ilegal (artigo 183º da Lei de Estrangeiros)”.

clica