Direito Global
blog

Neymar não poderá ser preso por sonegação

O jogador da Seleção Brasileira e do Paris Saint Germain, Neymar não poderá ser processado ou preso por sonegação no Brasil. O Tribunal Federal Regional da 3ª Região (TRT-3) concedeu habeas corpus para suspender o procedimento criminal investigatório contra ele por suposto caso de sonegação fiscal no Brasil. A liminar não coloca um ponto final do processo, que corre desde 2014, referente à multa aplicada pela Receita Federal, no valor de R$ 188 milhões, por sonegação fiscal. Em 2015, o jogador chegou a ter bens bloqueados pela Justiça após solicitação da Procuradoria da Fazenda Nacional.

clica