Direito Global
blog

Conceitos éticos frouxos

A Corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon bateu duro na magistratura durante a abertura do Simpósio Nacional de Direito Constitucional, no Teatro Guaíra, em Curitiba, promovido pela Academia Brasileira de Direito Constitucional (Abdconst): “A magistratura é a expressão da sociedade brasileira e, como a sociedade , também tem em parte de seus membros conceitos éticos frouxos. A magistratura deve ser exemplo da sociedade pois , diferente dos demais Poderes , não é possível substituir os representantes a cada quatro anos. Temos que primar pela ética. A ausência de transparência dos Tribunais está refletida na ausência de informações de pagamentos realizados para os juízes e desembargadores”.

clica