Direito Global
blog

Ferramenta eleitoral

Uma ferramenta pioneira, experimentada e dotada de segurança e eficiência na captação de recursos via internet, dentro do novo modelo de financiamento de campanhas políticas – que a partir deste ano proíbe doações de empresas e só admite pessoas físicas –, está despertando grande interesse entre pesos pesados da área política de olho nas eleições de outubro. O responsável é o jovem carioca Antonio de Andrade, 39 anos.

Filho do cineasta Joaquim Pedro de Andrade (diretor de Macunaíma, Garrincha Alegria do Povo, entre vários filmes) e da atriz Cristina Aché, há quatro anos Antônio começou a desenvolver uma plataforma para captar doações de pessoas físicas pela internet para campanhas eleitorais, tendo como base sua própria experiência na área audiovisual, onde sempre suou a camisa para levantar financiamentos às suas atividades.

Idealista e inovador, Antonio de Andrade – dos 23 aos 28 anos anos comandou o processo pioneiro de restauração digital de toda a obra cinematográfica do pai – e fala com entusiasmo de sua nova invenção : “A ideia é conseguir promover uma ferramenta de captação de pessoas físicas, pela internet, seja para candidaturas individuais ou para partidos, de uma forma ampla, transparente e transversal, que uma vez disseminada, representa a possibilidade de transformar a maneira como se financia política no País e mais ainda, de mudar a forma do eleitor se relacionar com o seu candidato”.

clica