Direito Global
blog

Força-tarefa

A delegada da Polícia Federal Érika Mialik Marena, uma das coordenadoras da força-tarefa Lava Jato e esponsável por dar nome à operação, vai deixar a equipe de Curitiba. Érika, agora, tomará conta da delegacia de combate à corrupção na Superintendência da PF em Santa Catarina.

Oficialmente, a PF informou que a delegada recebeu convite e “ficou honrada”, mas nos bastidores os investigadores estranham a saída de todos os integrantes da PF da força-tarefa. O delegado Márcio Anselmo, responsável pela primeira fase da Lava Jato, é o único que ainda permanece na equipe.

Nos últimos meses também foram remanejados da equipe os delegados Eduardo Mauat, Duílio Mocelin e Luciano Flores (o que levou o ex-presidente Lula sob condução coercitiva). Em nota, a PF diz que Flores recebeu convite para “função importante” na Superintendência do Espírito Santo.

clica